Socioambiental

                                           

11º ENCONTRO DE MEIO AMBIENTE: PANDEMIAS E MEIO AMBIENTE

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado anualmenteem 5 de maiodesde 1972. A data,estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), visa conscientizar o homem acerca de seus impactos noplaneta, como também, recordar a importância da preservação dos recursos naturais.

Devido às suas ações, até que se prove o contrário, são os seres humanos osagravantes e responsáveis por alterações no ecossistemae na biodiversidade global. Em função disso, todos os anos,milhares de pessoas se reúnempara lutar por causas ambientas e tentar reduzir o impacto no meio ambiente, mas precisou-se de uma pandemiapara alertar a população.

Desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou quarentenapara a Covid-19, a redução das atividades humanas nos últimos meses gerou uma série de consequências positivas em uma perspectiva mundial, para oecossistema.Entretanto, é notável que este resultadoé frutode uma transformação em alta escala.

Confira osefeitos POSITIVOS socioambientais comprovados em função do isolamento social no mundo:

Qualidade do ar

À medida que as grandes cidades foram interrompendo suas atividades, as emissões de CO2(gás carbônico)diminuíramem 5.5%. AAgência Espacial Europeia (ESA) identificou umaqueda nos níveis globais de dióxido de nitrogênio (NO2), gás produzido principalmente por veículos, que está diretamente ligado à poluição atmosféricas e à chuva ácida. O NO2 também é resultado de emissão depoluentes no tráfego de automóveis e processos industriais, tendo forte potencial em causar problemas respiratórios. A expectativa é que a redução anual no mundo seja de 2.5 bilhões de toneladas de carbono. Ainda assim, a ONU afirma que para evitar desastres ambientais será necessário a diminuição anual de 7.6% nos níveis de emissão pelos próximos 10 anos.

Consumo de energia elétrica

Com a baixa demanda por geração de energia hidrelétrica permitiu que reservatórios recuperassem o nível de armazenamento.

Água limpa

Mares, praias, rios e canais foram diretamente atingidos ao apresentar melhora na qualidade da água. Anteriormente, possuíamaparência turva, que em ambientes aquáticos reduz a fotossíntese dos organismos. O Oceano também está experimentando a queda na poluição sonora produzida por barcos e navios, o que acarreta a diminuição do estresse de animais marinhos.

Vida selvagem

Enquanto os seres humanos permanecem em suas respectivas casas, animais silvestres se sentem mais seguros e livres para circular dentro das áreas urbanas.

Mas, contudo, falta muito para que nosso ecossistema deixe de ser vulnerável. O riscoainda é crescente.

Apesar de existir medidas positivas, nãosó para a sociedade como também para a flora e fauna silvestres, o mundo ainda está em risco. No Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE),o mês de março registrou a segunda maior taxa de desmatamento nos últimos cinco anos.Com a população em casa consumindo mais alimentos, água e serviços de delivery, a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE) informouque resíduos domiciliares podem aumentar entre 15% e 25%. Sem contar, o lixo hospitalar, que durante a pandemia pode se tornar 20 vezes maior devido à alta quantidade de equipamentos de proteção individual descartáveis.

Quando a crise do coronavíruspassar é necessário repensar como o consumo e práticas individuais podem ser significativas e duradoras para o futuro das gerações. Apesar de não ter uma garantia de durabilidade, através da informação e da consciência socioambiental é possível readaptar-se para um consumo limpo e consciente acarretando no impacto positivo e sustentável no planeta.

 
 
 
 

Política de Segurança, Meio Ambiente e Saúde – SMS

 

 

COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI

A Nuclebrás Equipamentos Pesados S/A lançou em janeiro de 2016, uma campanha interna de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e do zika vírus. A campanha pretende alertar sobre os riscos à saúde, bem como mobilizar os funcionários e seus familiares para o combate ao Aedes aegypti, com foco na eliminação de criadouros e na prevenção. Com cartilhas educativas, folder e palestras específicas, a NUCLEP alerta seus funcionários, familiares e à sociedade sobre as medidas preventivas, além de abordar orientações sobre os possíveis sintomas e ações que devem ser tomadas em caso de doença. Cartilha do Ministério da Saúde.

COMISSÃO DO PLANO DE LOGÍSTICA SUSTENTÁVEL

Em busca de padrões sustentáveis de produção e consumo, preservação dos recursos e redução da pobreza em sua região, a NUCLEP por meio da Comissão interna de Logística Sustentável elabora o seu Plano anual de Logística Sustentável (PLS), baseado na Instrução Normativa nº 10, de 14 de novembro de 2012, da Secretaria de Logística e Tecnologia da informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG. O PLS da NUCLEP é uma ferramenta de planejamento com objetivos e metas a serem atingidas, responsabilidades definidas com ações, metas, prazos e indicadores definidos para o monitoramento e avaliação, que permitirá mudanças na educação para o consumo sustentável, para o estímulo à reciclagem e nas compras públicas sustentáveis. A adoção de ações de sustentabilidade garante a médio e longo prazo um planeta em boas condições para o desenvolvimento das diversas formas de vida, inclusive a humana. Em tempos de discussão sobre mudanças climáticas, é preciso ter consciência que o ser humano é capaz de interagir com o mundo e ainda sim preservar o meio ambiente, não comprometendo os recursos naturais necessários para as próximas gerações. Este Plano foi estruturado de forma a conter no mínimo: uso racional dos recursos naturais, bens, materiais e serviços; gestão adequada dos resíduos gerados; qualidade de vida no ambiente de trabalho; e sensibilização e capacitação dos funcionários. Semestralmente, a NUCLEP realiza o acompanhamento e avaliação dos indicadores do Plano de Logística Sustentável. Faça download das artes desenvolvidas pelo PLS da NUCLEP Arte 1 - Banho Arte 2 - Limpeza das mãos Arte 3 - Banheiro masculino Arte 4 - Banheiro feminino Arte 5 - Economia de energia

 

CURIOSIDADES:

Saiba mais sobre sustentabilidade e sobre o Plano de Logística Sustentável: • Lei 8.666, de 21 de junho de 1993 (art. 3 – alterado pela Lei nº 12.349, de 15 de dezembro de 2010 e art. 12) Lei/L12349 • Decreto 7.746, de 5 de junho de 2012 – Estabelece critérios, práticas e diretrizes para a promoção do desenvolvimento nacional sustentável nas contratações realizadas pela administração pública federal. Decreto • IN 01/2010 - Dispõe sobre os critérios de sustentabilidade ambiental na aquisição de bens, contratação de serviços ou obras. Sustentabilidade-Ambiental.pdf • IN 10/2012 – Estabelece regras para elaboração dos Planos de Gestão de Logística Sustentável – PLS. Normativa-10-2012.pdf

 

COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA

A Nuclebrás Equipamentos Pesados S/A mantém um programa de coleta seletiva solidária, em atendimento ao Decreto Federal nº 5.940/2006 que institui a separação dos resíduos recicláveis descartados, pelo gerador e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis. A aplicação deste programa tem por objetivo promover a inclusão socioeconômica das organizações dos catadores de materiais recicláveis, além de aumentar a taxa de reciclagem, com consequente minimização dos impactos ambientais causados pela destinação exacerbada de resíduos em aterros. A implantação da coleta seletiva solidária foi iniciada em novembro e 2008, com a criação do comitê de coleta seletiva solidária. Desde então, a NUCLEP firma termos de doação com cooperativas elegidas por instrumento público de convocação e sorteio público, conforme exigido no Decreto, doando toneladas de resíduos recicláveis, e gerando renda para essas organizações.

BIODIVERSIDADE NA NUCLEP

Em 05 de junho de 2008, por ocasião do dia dedicado, mundialmente, ao MEIO AMBIENTE, a NUCLEP inserida no contexto, implantou seu Bosque Ecológico, com o plantio de mais de 600 mudas arbóreas de espécies de Mata Atlântica, com mais de 25 espécies distintas, numa área de 12,6 mil metros quadrados. A iniciativa contou com o apoio das Indústrias Nucleares do Brasil - INB, da Fábrica Carioca de Catalisadores - FCC e do Horto Florestal do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, na doação das mudas de seus respectivos viveiros ecológicos. O bosque objetiva contribuir para a preservação da biodiversidade da fauna e flora da região de mata atlântica, que compunha anteriormente o local, mantendo a diversidade de espécies arbóreas locais. Além disso, a manutenção da flora local, contribui para atração e preservação da biodiversidade da fauna local. Atualmente, a empresa mantém um viveiro próprio para reposição e plantio de mudas na sua área interna, fortalecendo um ecossistema equilibrado e sustentável.

COMITÊ GUANDU

A Nuclebrás Equipamentos Pesados S/A participa do Comitê da Bacia Hidrográfica do Guandu, como usuário de recursos hídricos. O Comitê, de acordo com a Lei 9.433/97, atua discutindo propostas e projetos em suas reuniões para, posteriormente, serem executados pela Agência de Bacia. O comitê é dividido em representantes do poder público, usuários da água e a sociedade civil, a qual é representada por associações e organizações não-governamentais. Nas assembleias, é promovido o debate das questões relacionadas aos recursos hídricos e as responsabilidades inerentes. Além de discutir soluções para os conflitos relativos ao uso da água, os membros do Comitê aprovam e acompanham a execução do Plano de Recursos Hídricos da Bacia.

Acesse o site e conheça mais: http://www.comiteguandu.org.br

COMITÊ DO PLANO DE ÁREA DA BAÍA DE SEPETIBA

A Nuclebrás Equipamentos Pesados S/A foi convocada para formalização do Comitê de Área da Baía de Sepetiba (CABS) por meio de notificação formal do INEA, conforme previsto na estrutura organizacional do Plano de Área da Baía de Sepetiba (PABS), artigo 7º do Decreto nº 7.871/2003. O Comitê conta com a presença de empresas situadas na região da Baía de Sepetiba que são exploradoras de portos organizados e instalações portuárias, plataformas e respectivas instalações de apoio, além de possuir em sua coordenação o órgão ambiental estadual- INEA. O CABS deve desenvolver e executar o Plano de Área da Baía de Sepetiba (PABS), para o combate à poluição de óleo em águas da referida Baía, e ainda garantir que o Plano de Área esteja em conformidade com o plano nacional de contingência. O plano de área tem como objetivo integrar os Planos de Emergência Individuais das empresas localizadas na área da Baía de Sepetiba, para combater os possíveis incidentes de poluição por óleo, bem como facilitar e ampliar a capacidade de resposta deste Plano e orientar as ações necessárias na ocorrência de incidentes de poluição por óleo de origem desconhecida; AÇÃO DO DIA MUNDIAL DA ÁGUA

A água não é apenas um bem a ser consumido, mas um suporte para nossa vida. A água ocupa 70% da superfície do planeta. Da pequena parcela de água doce, apenas 2,6%, uma porção ainda menor está disponível para as atividades humanas. Já pensou o mundo sem água? Não seria possível. Água é fundamental para o funcionamento da vida. Ela participa das reações químicas do nosso corpo, dos ciclos biológicos da natureza e é essencial na manutenção dos ecossistemas. Todas as atividades da sociedade demandam o uso de água, bem como as nossas atividades diárias. Segundo a Organização das Nações Unidas, atualmente cerca de 40% da população do planeta sofre com a escassez de água, uma proporção que aumentará em até dois terços até 2050. Sendo assim, o que podemos fazer pra cuidar desse nosso bem? Ser um consumidor consciente e não poluir nossos recursos hídricos! Como diz o velho ditado, sabendo usar não vai faltar! A água é um recurso limitado, e o seu desperdício tem consequências. Vamos economizar! - Feche bem as torneiras. Deixar a torneira da cozinha aberta gasta de 12 a 20 litros de água por minuto; - Lave o carro ou o quintal com balde, não com mangueira. Se quiser, use dois baldes, um com água e sabão, outro com água limpa; - Reduza em 5 minutos o tempo do seu banho e economize 25 litros de água por dia; -Verifique possíveis vazamentos e conserte-os com rapidez; - Conheça tipos mais econômicos de descarga. Válvula de dupla vazão pode trazer economia de até 50%; - Reutilize a água de sua máquina de lavar. Direcione o cano de despejo da água para um balde e reaproveite a água; - Banho do cachorro: menos pode ser mais. Segundo veterinários, um banho de 15 em 15 dias na mascote já é o suficiente para higienizá-lo bem; - Reciclar o lixo ajuda na economia de água. Quanto mais reciclarmos aquilo que usamos, menos água será utilizada na produção de outros bens.